17 de out de 2012

Benefícios do autoconhecimento.


“Não sei porque sempre faço as coisas desse jeito e dá errado...”

“Não consigo concluir as coisas que começo...”

“Me entrego demais às pessoas e me decepciono”

“Eu magoo as pessoas que amo, mesmo sem querer...”

Muitas vezes repetimos padrões de comportamentos em nossas vidas que acabam nos prejudicando, porém raras são as vezes em que paramos para refletir profundamente sobre o porque agimos de certa maneira. Simplesmente aceitamos a máxima “ Eu sou assim” e seguimos a vida com os prejuízos que o “ser assim” geralmente causa.

Todos nós somos uma construção da nossa história pessoal, social e cultural que nos leva a elaborar uma série de crenças, a qual usamos como parâmetro para nos relacionar com as pessoas, o mundo e nós mesmos. Podemos ter muitas crenças positivas, potencializadoras que ajudam a ter conquistas pessoais e profissionais. Porém, também criamos crenças negativas e limitadoras que ao contrário das primeiras, nos levam a ter atitudes destrutivas, comportamentos ruins para com nós mesmos e os outros à nossa volta.

Mas como acessar e entender as crenças que temos? Como compreender porque nos comportamos de determinada forma que às vezes nos causa danos? A reposta para isso é o autoconhecimento.

Autoconhecer-se é permitir “encarar o espelho” de frente e de todos os seus ângulos. É mergulhar dentro de si mesmo sem críticas, julgamentos, mas sim com compreensão para então acessar tudo o que você tem de melhor e deseja conservar e modificar as coisas que não lhe servem mais ou atrapalham a sua vida.

 O psicólogo clínico é um facilitador neste processo de autoconhecimento. Através da psicoterapia terapeuta e cliente trabalham juntos no intuito de compreender o funcionamento psíquico e comportamental do cliente e o ajuda a acessar, preservar e desenvolver recursos que lhe serão úteis e a modificar tudo aquilo que o atrapalha.

Quando temos clareza do nosso jeito de funcionar através do autoconhecimento melhoramos o relacionamento com as pessoas, com o mundo lá fora, mas especialmente com nós mesmos. Elevamos a autoestima, nos tornamos mais confiantes, conseguimos tomar decisões e fazer escolhas saudáveis para a nossa vida.
 
"Para fazer boas coisas no mundo, primeiro você precisa saber quem é você e o que dá sentido à sua vida."
Robert Browning
 
 
 
Psicoterapeuta e Psicóloga Clínica
CRP 23049/04
(34) 3083-6720

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...