14 de mai de 2013

Conhecendo um pouco mais sobre o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade



     Venho percebendo um transtorno se tornando assunto comum entre os pais, principalmente para aqueles que têm filhos em idade escolar; é o TDAH, Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. Vejo vários pais alegando que seus filhos são hiperativos apenas por eles serem um pouco mais agitados ou falaram muito, por isso acredito ser importante que conheçamos um pouquinho mais sobre esse assunto.

         O TDAH é um dos transtornos mais frequentes nas crianças em idade escolar, ainda assim atinge somente de 3 a 5% delas. Para entendermos um pouco melhor esse transtorno veremos alguns sinais que se manifestam e que podem nos ajudar no diagnóstico. As crianças com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, costumam correr daqui para lá o dia todo sem que nada as detenham, nem mesmo o perigo; tiram os brinquedos do lugar, esparramam todos e quase sem usá-los pega outros sem se deter a nenhum; costumam ser muito inquietas; interrompem permanentemente as pessoas, respondendo impulsivamente e de forma exagerada; sempre perdem os objetos, são desordenadas, é necessário cobrá-las o tempo todo para que completem suas tarefas, mas também porque são distraídas e se esquecem da hora de almoçar, jantar ou tomar banho; geralmente quando começam a fazer alguma coisa se esquecem de terminar ou param na metade; quando vão a algum lugar, param no caminho para falar com alguém ou se entreter com alguma brincadeira; podem apresentar movimentos incessantes de mãos e pés, dificuldades de permanecerem sentadas, falarem e se mexerem muito; tem dificuldades em realizar tarefas de maneira quieta; podem ser incapazes de esperar sua vez, ter impulsos de falar respostas antes que as perguntas sejam terminadas. Quando se tornam adultos, apresentam dificuldade de atenção e concentração, por isso tendem a ter aversão a  tarefas que requerem essas características e frequentemente cometem muitos erros nesses tipos de tarefas; tendem a se mostrar “desligados”; tem dificuldade de se organizar; constantemente esquecem informações, compromissos, datas, tarefas; costumam perder ou não se lembrar onde colocaram suas coisas; tem dificuldades para seguir regras, normas e instruções que lhes são dadas.

         Ainda com todos esses sintomas o diagnóstico do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade pode ser difícil, pois podem ocorrer também em uma série de outros transtornos psiquiátricos, psicológicos e sociais. Normalmente começa-se a diagnosticar o TDAH pela eliminação de outras patologias, mas os sintomas devem obrigatoriamente trazer algum tipo de dificuldade na realização de tarefas. A idade e a forma de surgimento dos sintomas também são importantes e devem ser investigados, além disso, para se considerar esse transtorno. Os sintomas devem se manifestar em vários ambientes diferentes; temos que lembrar que os portadores de Déficit de Atenção e Hiperatividade apresentam uma inteligência normal.

         É importante lembrarmos que o diagnóstico deve ser feito por um profissional e o mais cedo possível, pois a demora em se iniciar o tratamento pode levar a pessoa a um sofrimento por uma situação que poderia ser tratada facilmente.

Psicóloga Psicanalítica
CRP: 04/37779
Tel: (34) 9801-8084 / (34) 3083-6720

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...