11 de set de 2013

Vamos discutir a relação?

A expressão “DR” que aqui é utilizada como abreveatura de “Discutir a relação” tem sido amplamente usada nos dias atuais quando os casais precisam conversar sobre seu relacionamento.       No entanto ter uma “DR” passou a ser encarada de maneira negativa e pejorativa, e algumas pessoas evitam falar sobre como está a vida a dois. Isto porque os casais, de forma equivocada acreditam que o momento de conversar sobre relacionamento está ligado a falar sobre problemas, conflitos, queixas, insatisfações o que acaba por gerar desentendimentos, discussões e até brigas.
            Numa relação o diálogo é algo de extrema importância para que as pessoas desenvolvam um relacionamento saudável, pois este é o principal meio para que o casal aprenda a lidar com as diferenças e os eventuais mal entendidos na relação.
            Mas o que fazer para ter uma “DR” construtiva, produtiva e que ajude o casal a se relacionar melhor?
            1º) Uma comunicação clara e objetiva dos seus desejos e necessidade são impressindíveis pois o outro não tem um “poder especial” ou “bola de cristal” para adivinhar o que você deseja e vice-versa. Portanto, se não entendeu, pergunte novamente e cheque quantas vezes for necessário se  o outro compreendeu você também.
            2º) Controle o impulso – Diante de um conflito, é comum surgirem sentimentos negativos tais como raiva, mágoa, ressentimento, tristeza – espere esses sentimentos ficarem mais amenos para conversar sobre isso com a pessoa envolvida, pois no “calor” das emoções, muitas vezes agredimos exageradamente o que não leva à resolução do conflito e só piora ainda mais a situação. 
            3º) Saia da defensiva! Realmente não é agradável receber uma crítica, seja sobre algo que você disse, ou como tem se comportado. Porém, quando alguém nos critica, geralmente reagimos tentando nos defender e acabamos não ouvindo o outro. É importante, antes de “se defender” deixar que o outro conclua a sua fala e se autoquestionar: “Em qual parte a pessoa tem razão em estar fazendo essas considerações sobre mim?”, “Em qual parte eu discordo com o que ela disse?”, assim após refletir sobre estes dois pontos exponha o que você acha sobre a crítica e chegue em um consenso com o outro.
            4º) Faça da “DR” um momento construtivo! Conversar abertamente sobre a relação de forma desarmada e aberta ao diálogo faz com que o casal amadureça, entre em sintonia e melhore a relação. Aproveite também para apontar as coisas boas da relação, o que é agradável e os momentos positivos que também devem ser levados em conta.

            Agora tenho certeza que ter uma “DR” pode ser bem mais fácil.

Psicoterapeuta e Psicóloga Clínica
CRP 23049/04
(34) 3083-6720

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...