17 de out de 2013

Ansioso? Algumas dicas para lidar com esse estado!

A ansiedade faz parte da condição humana, e numa vertente positiva pode nos levar a ter um maior senso de consciência e responsabilidade com relação às coisas que queremos cuidar ou realizar. Porém, quando a ansiedade vem em doses exageradas pode causar estresse, cansaço, desânimo e até levar a pessoa desenvolver transtornos de ansiedade. Mas como fazer para manter a ansiedade em níveis desejáveis?

1ª) Identifique a causa da sua ansiedade. A fonte ansiogênica pode ser um novo projeto, um relacionamento, o nascimento de um bebê, mudança de emprego, dentre outros. Assim que identificar, aceite sua ansiedade. Ao aceitar que está ansioso você terá mais condições de lidar com esta sensação.
2º) Examine seus pensamentos. Geralmente, as pessoas quando estão muito ansiosas tendem a ter pensamentos “catastróficos” sobre o futuro, ou seja, pensam no pior, que as coisas não vão dar certo, ou que são incapazes e não irão conseguir. Muitas vezes o “E se”, atormenta ainda mais os ansiosos: “E se eu não conseguir?”, “E se isso vier a ocorrer?”, “E se ninguém gostar de mim?”. Pensamentos castróficos aumentam a ansiedade e paralizam a pessoa.
3º) Questione os pensamentos castatróficos. Pare e pense: Que provas eu tenho de que este pensamento é verdadeiro? Exemplo: “Eu não conseguir”, Que provas eu tenho contra este pensamento?, ou seja, que posso conseguir? Mesmo que o pensamento possa ser verdadeiro, ele é útil? Qual a utilidade de pensar no pior? Ainda que acontece algo ruim, eu poderia superar isso? O que eu diria a um amigo que estivesse nessa mesma situação? Após questionar os pensamentos catastróficos, você poderá perceber que muita coisa não passa de imaginação ansiosa.
4º) Tome uma atitude com relação à sua ansiedade. A essa altura você já identificou a causa da ansiedade, já examinou os pensamentos e os questionou. Então diga para a sua ansidade, você pode ficar por aí algum tempo, mas eu vou continuar a fazer as coisas que desejo fazer. Faça as coisas talvez mais devagar, mas continue ativo. Aja como se não estivesse ansioso.

5º) Respire. Faça uma respiração pronfunda e pausadamente. O exercício de respiração ajuda a dimuniur a tensão e relaxar o corpo. Na medida em que a tensão diminui você experimenta sensações mais agradáveis. É hora de esperar o melhor. É certo que a ansiedade poderá estar presente, mas agora você já sabe como fazer para mantê-la em níveis que poderão ser o motor para alcançar o que deseja. 

Psicoterapeuta e Psicóloga Clínica
CRP 23049/04
(34) 3083-6720


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...