12 de ago de 2015

E se?? Aprendendo a lidar com pensamentos catastróficos.

E se???    

E se chover?

E se eu não conseguir?

E se não quiserem o meu amor?

E se não gostarem de mim?

E se der errado?

E se for inesperado?


Muitas pessoas parecem viver num constante “E se” como se quisessem antecipar o futuro. Tal comportamento, quando recorrente pode levar a quadros de ansiedade, na medida em que a pessoa preocupa-se demais com as coisas que estão por vir e não vivem o presente, o momento do agora. Outro ponto importante é que geralmente o “E se” vem acompanhado de previsões “catastróficas”. 

Catastrofizar significa supervalorizar as consequências negativas de uma situação, comportamento, imaginando-os como verdadeiras “catástrofes”, valendo-me de um ditado popular, seria o famoso “fazer tempestade em um copo d’água”.
Prevendo o futuro de maneira ruim, as pessoas sofrem por antecipação e começam a buscar soluções para aquilo que criaram em suas mentes, o que gera desgaste, stress e ansiedade.
Geralmente quem apresenta este tipo de comportamento conviveu com pessoas que demonstravam medo de situações cotidianas e as transformavam em situações ameaçadoras, ensinado assim que o mundo é muito perigoso e que devemos nos prevenir sempre.
Sabemos que o medo nos paraliza ou nos leva a fugir das situações que imaginamos como ameaçadora, assim, os indivíduos “catastróficos” tendem a perder muitas oportunidades, prejudicam sua vida social, desenvolvem doenças psicossomáticas e até transtornos psicológicos.

Nesse sentido, a psicoterapia constitui-se como um elemento importante para ajudar essas pessoas a desconstruir este aprendizado e a adquirir ferramentas para lidar com os pensamentos catastróficos, buscando viver focado no presente e entendendo a vida de um ponto de vista mais agradável e com inúmeras possibilidades.

E se não existisse?  

E se eu tentar de novo?

E se eu fizer de outro jeito?

E se eu esquecer esse maldito "E se"?

E viver o meu presente com tudo o que tenho agora?


 Psicóloga Clínica
CRP 23049/04

(34) 3083-6720

Um comentário:

Maria Teresa Valente disse...

Muito bom o texto Dra. só me recuperei e consegui me levantar, por conta da atitude extremamente profissional, de uma psicóloga, que soube me orientar e pude desconstruir os "ses" da minha vida.
Obrigada, abraços carinhosos
Maria Teresa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...