10 de abr de 2017

Como distinguir emoções maduras de emoções imaturas?

Você gostaria de saber por que algumas pessoas agem de modo irracional e infantil? Reações infantis são a causa da maioria dos conflitos e problemas de relacionamento. É conhecida como regressão de idade. Muitas pessoas não reconhecem quando agem assim e acreditam que foram provocados por outras pessoas ou circunstâncias.
Nosso cérebro constantemente ´´escaneia´´ nosso ambiente e compara nossas experiências atuais com nossas memórias do passado. Quando algo desencadeia nossas memórias passadas, nosso cérebro verifica essas memórias para informações adicionais, tais como as possíveis consequências e possíveis respostas. Se houver emoções não resolvidas, ou intensas, relacionadas a essas lembranças, elas também serão acionadas.
    Você não ficará consciente dessas memórias e do processo interno de buscar memórias, mas vai ficar consciente das emoções que elas causam. Essas emoções podem fazer você reagir como se estivesse reagindo à situação do passado, não no presente. Você pode perder a consciência da sua compreensão adulta e recorrer a comportamentos que você aprendeu quando criança.
    Algumas pessoas, por exemplo, não estão certas se confiam em si mesmas ou na
persuasão de outras pessoas. Elas podem ser condicionadas pela culpa infantil, vergonha ou outras emoções. Em tais circunstâncias é importante fazer a distinção entre o adulto e a culpa infantil, ou entre o adulto e vergonha infantil. Outras pessoas precisam descobrir se a sua raiva e ressentimento é realista, ou vem do seu passado. Aprender a fazer isso pode evitar muitos conflitos desnecessários.
Emoções imaturas podem influenciar todos os perfis da sua vida e a maioria de suas decisões: desde os seus planos para o que fazer ou não fazer hoje até a sua escolha de parceiro íntimo. Depois que você aprender a reconhecê-los, toda a sua vida pode mudar.
Aqui estão algumas diferenças entre emoções adultas e emoções infantis:
  • A intensidade das emoções adultas é adequada para a situação. Em situações cotidianas é, geralmente, um leve desconforto, como um aviso.
  • As emoções adultas nos motivam e nos dão energia para a ação apropriada, tal como a defesa de nossas fronteiras e integridade.
  • Geralmente não temos nenhum problema em expressar emoções adultas. Estas partes de nós foram capazes de amadurecer, porque puderam ser reconhecidas e expressas dentro de nossas famílias. Podemos nos sentir mal e estressados, no entanto, se as nossas emoções adultas forem misturadas com sentimentos insalubres e culpa. Isso é muito comum, uma vez que a maioria das pessoas aprendem desde cedo a se sentirem culpadas ao expressar seus sentimentos com sinceridade.
  • Emoções de adultos não se esquecem da tensão e do desconforto depois que a situação seja resolvida.
  • As emoções de adultos nos permitem perceber os dois lados da história.
  • As emoções de adultos não nos fazem sentir humilhados, nem com a necessidade de humilhar ou machucar os outros.
  • Emoções infantis são excessivamente intensas ou contidas.

Às vezes, os detalhes no comportamento de outras pessoas provocam emoções fortes. Podemos nos tornar facilmente convencidos de que essas emoções fortes são justificadas, mesmo que o nosso senso comum nos diga o contrário. Isso geralmente acontece em relacionamentos íntimos, uma vez que despertam nossas emoções mais profundas. Nesses momentos, é difícil parar de pensar sobre o comportamento da outra pessoa e assumir a responsabilidade por nossas emoções – mas em muitos momentos, isso é o mais importante a ser feito e traz muitos benefícios.
Fonte: Psych Central traduzido e adaptado por Psiconlinews
Psicóloga clínica
CRP 23049/04
Atendimento presencial e online
(34) 3083-6720

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...